Destinos

7 atividades culturais para fazer em São Paulo

Não é à toa que São Paulo é conhecida como a capital da cultura. Imagine estar em um lugar que oferece uma enorme variedade de atrações para todos os gostos e perfis de pessoas. Essa cidade é uma mistura de manifestações artísticas das mais diversas origens. Como resultado, o que não faltam são atividades culturais para fazer em São Paulo.

Sendo assim, quando for visitar, você terá à disposição museus, parques, espaços culturais e muitos outros pontos turísticos para explorar. Na maioria das vezes, as programações são bem legais e, dependendo do dia, de graça. Então, é indispensável descobrir os dias que não cobram entrada para aproveitar toda a pluralidade cultural da capital paulista.

Essa miscigenação de culturas datam das ondas migratórias e imigratórias que aconteceram no território paulista entre os séculos XX e XXI. Dessa maneira, isso explica porque é possível encontrar influências italianas, portuguesas e indígenas por todo o território da cidade.

Para falar a verdade, São Paulo tem um pouquinho de cada estado do Brasil, especialmente Paraná, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e Mato Grosso do Sul, e das regiões Norte e Nordeste.

Diante disso, fica claro que vale a pena investir em uma viagem para aproveitar toda essa diversidade que a maior cidade da América Latina oferece. Para te ajudar a escolher onde ir, separamos algumas dicas com 7 atividades culturais para fazer em São Paulo. Confira a seguir!

Vista aérea da cidade de São Paulo ao pôr do sol com o Edifício Altino Arantes (antigo Banespa, atual Farol Santander)

Descubra novos lugares em São Paulo

Antes de mais nada, é necessário saber que São Paulo sempre consegue surpreender seus moradores com novas coisas para fazer. Para um visitante, essa surpresa é ainda maior, fazendo com que você queira voltar para descobrir novos lugares em cada visita.

Seja um passeio sozinho ou acompanhado, as atividades culturais em São Paulo são perfeitas para criar experiências inesquecíveis durante a sua visita.

Conheça algumas dicas que separamos para você!

1. Museu da Imagem e do Som (MIS)

Fundado na década de 1970, o Museu da Imagem e do Som (MIS) é uma ótima escolha para incluir no roteiro de um passeio pela cidade. Desde então, esse espaço coleta, registra e preserva sons e imagens marcantes da história da arte e cultura brasileira.

Nesse tempo de existência, o acervo acumulou mais de 200 mil itens, como obras de cinema, músicas historicamente documentadas, vídeos e fotos, vindos de artistas e outras fontes. Em outras palavras, o MIS é um espaço de aproximação entre o público e conteúdos audiovisuais. Não apenas documenta e exibe obras antigas, mas também obras populares, mais recentes.

2. Farol Santander

A princípio, o Farol Santander é uma das atividades mais recentes da nossa lista, pois foi inaugurado apenas em 2018, aproveitando a reabertura do Edifício Altino Arantes. Localizado na rua João Brícola, no centro da cidade, esse arranha-céu, o terceiro maior da cidade, é um símbolo paulistano.

Com uma programação bem variada, o Farol Santander conta com exposições, uma das melhores vistas da cidade e um bar secreto no antigo cofre do banco. Uma curiosidade bem bacana é que o prédio foi construído em 1939, com inspiração na arquitetura art déco do Empire State Building, em Nova York, e ficou pronto oito anos depois. Além disso, anteriormente, ele foi sede do Banco do Estado de São Paulo (Banespa).

No térreo, você encontra a bilheteria, a Loja da Cidade e o Café do Hall, além de um lustre de 13 metros e 1,5 toneladas. Já nos segundo, terceiro e quinto andares, existe o espaço “Memória”, no qual o visitante tem acesso a uma exposição permanente sobre a história do prédio e as antigas instalações do banco, com mobiliário e objetos originais da década de 50.

Enquanto isso, o 4º andar abriga a obra do artista brasileiro Vik Muniz chamada de Vista 360º. Também é interessante ir no 26º andar para ir no Mirante e no Café, que estão a 160 metros de altura, em uma das vistas mais incríveis de São Paulo. E para quem ama esportes, no 21º andar, você vai usufruir de uma pista de skate nas alturas, criada por Rajas SkatePark.

3. Avenida Paulista

De antemão, qualquer turista já sabe que a Avenida Paulista é um dos lugares mais movimentados da cidade. É por isso que ela não pode faltar no seu roteiro de viagem.
Às margens dela, há arranha-céus empresariais, centros comerciais, restaurantes, bares e muitos espaços culturais.

Não importa a hora: a Avenida Paulista nunca fica vazia. Por esse motivo, é excelente para quem quer ter um gostinho de como é a pluralidade cultural de São Paulo, pois há diferentes pessoas e pontos turísticos por ali.

4. Mercado Municipal

Ir para São Paulo e não ir ao Mercado Municipal comer o famoso sanduíche de mortadela, não é recomendado se você quiser ter uma experiência bem paulista. Portanto, o Mercadão, localizado no centro histórico, é uma das atividades culturais mais populares da cidade.

Nele, os visitantes também podem desfrutar de ótimas opções para conhecer a gastronomia local, com doces, petiscos, queijos, frutas diferentes, temperos e pastel de bacalhau. Então, você também precisa dar uma passada por lá.

5. Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP)

Do ladinho da Avenida Paulista, o MASP tem um dos melhores acervos de arte no Brasil, e é altamente concorrido pelos turistas que apreciam lugares artísticos. Uma dica para conseguir ir é aproveitar a entrada gratuita do museu, que pode ser usada às terças-feiras e na primeira quarta-feira do mês.

6. Sesc 24 de Maio

Bem no centro de São Paulo, o Sesc 24 de Maio tem uma localização privilegiada e está ao lado de ícones históricos, arquitetônicos e culturais. Alguns deles são a Praça da República, o edifício Copan, o Teatro Municipal, a Praça das Artes e a Galeria Olido. Lá funciona um teatro com 245 lugares, espaços de convivência, comedoria, cafeteria, biblioteca, área para exposições, clínica odontológica, espaços para prática esportiva, áreas de tecnologia, arte, solário e uma piscina de 500m² na cobertura do edifício, com vista panorâmica para a cidade.

7. Japan House

Também localizada na Avenida Paulista, a Japan House foi projetada pelo eminente arquiteto japonês Kengo Kuma. Inaugurado em 2017, foi o primeiro centro cultural do mundo dedicado à cultura nipônica. Na sua construção há uma fachada feita com hinoki, cipreste japonês, com mais de 70 anos de idade e painéis em malha coberta com washi, papel japonês artesanal, permitindo que os visitantes possam observar e sentir o acabamento refinado das técnicas tradicionais japonesas.

O lugar mostra o Japão do século 21, mas, ao mesmo tempo, mostra as raízes e tradições do país. Assim, o público tem acesso a exposições, oficinas, gastronomia oriental e muita tecnologia – tudo com entrada gratuita. Além disso, o prédio conta com uma cafeteria, restaurante e loja com itens e livros sobre a cultura japonesa.

Venha visitar a maior metrópole do Brasil

Amigos tirando uma selfie no Mercadão de São Paulo

Por fim, podemos dizer que São Paulo é onde o Brasil encontra o mundo e onde o mundo encontra o Brasil, não é mesmo? A maior metrópole do país proporciona uma verdadeira imersão cultural e oferece diversas atrações para você aproveitar cada minuto na cidade. Sendo assim, a pluralidade cultural da região paulistana está presente em cada espaço público. Ou seja, visitar essa cidade é um privilégio.

Ficou com vontade de conhecer São Paulo? Acesse nosso site e encontre as melhores ofertas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo