Destinos

Conheça o Pantanal, enorme planície no Mato Grosso do Sul

O Pantanal é a maior planície inundável do planeta Terra, ou seja, a maior área que onde passa o curso da água, podendo ser inundada em períodos de cheia. Esse cenário incrível fica localizado no centro da América do Sul, dividido principalmente entre os estados de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, no Brasil.

O Pantanal recebe água de rios que drenam a bacia do Alto Paraguai, que é influenciada por outros quatros grandes biomas, são eles: Amazônia, Cerrado, Chaco e Mata Atlântica. A região possui uma das maiores biodiversidades do mundo, combinando água, fauna, flora e pessoas.

No ano de 2000, a Unesco oficializou o local como Reserva da Biosfera. Desde então, a região vem sendo mais preservada. Em 2008 foi oficializado o Dia do Pantanal. Essa data é comemorada no dia 12 de novembro e existe em memória ao ambientalista Francisco Anselmo de Barros, que passou a vida estudando questões ambientais da região.

Curiosidades do Pantanal

O Pantanal é um dos destinos mais procurados do Brasil. A região se destaca por conta da sua linda diversidade de plantas e animais.

Pensando em seus mistérios, destacamos algumas curiosidades do lugar. Confira:

Povos nativos

Os povos indígenas Xaraés foram os primeiros habitantes da região, dando origem ao primeiro nome do local, Mar dos Xaraés. A história conta que eles possuíam muito ouro e prata.

Atualmente, a população pantaneira é formada por comunidades indígenas, quilombolas, por descendentes de paraguaios e bolivianos e por pessoas de diversos estados brasileiros.

Número de habitantes e extensão territorial

O Pantanal tem uma população estimada em 3 milhões de pessoas.

A região abrange muitos municípios, a maioria do estado do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. Alguns deles são: Cáceres, Poconé, Curvelândia, Corumbá, Bonito e Bodoquena.

O Pantanal possui 250 mil quilômetros quadrados, fazendo fronteira com o sul do Mato Grosso, noroeste do Mato Grosso do Sul, leste da Bolívia e norte do Paraguai. A maior parte do território (60%) é brasileiro.

Ecossistema do Pantanal

O Pantanal é a região com a maior concentração de animais por quilômetro quadrado. São cerca de quatrocentas espécies de peixes e mais de seis mil espécies de aves.
A flora da região possui mais de cinco mil espécies de plantas, entre elas terrestres e aquáticas.

Onça-pintada nadando em rio no Pantanal

O ecossistema do Pantanal é um dos mais ricos do planeta e possui o bioma mais preservado do mundo.

Televisão

Até certo momento, o Pantanal era uma região pouco conhecida pela população brasileira. Na década de 90, foi estreada uma novela com o mesmo nome do local.

Na época, mesmo que de forma indireta, a novela Pantanal contribui com a divulgação da região, despertando o interesse turístico.

Hoje, em 2022, com o retorno da nova versão, o drama romântico revive o território, relembrando ao público brasileira as belezas e mistérios do Pantanal.

Cultura, gastronomia e turismo

Como em toda região, o Pantanal possui seus próprios costumes. São particularidades na cultura e gastronomia, que moldam o lugar e chamam a atenção para novos visitantes, criando aquele turismo saudável e divertido.

Confira um pouco sobre as originalidades do Pantanal:

Cultura pantaneira

O povo pantaneiro preserva muito a cultura e tradições da região. Os festivais são lugares onde iremos encontrar pessoas dançando ao som de violas, reproduzindo músicas folclóricas.

Uma das festas mais tradicionais é o Festival de São Benedito, em homenagem ao santo que dá nome ao evento. Essa festividade é uma exposição religiosa afro-brasileira, criada e cultivada pelos africanos que trabalhavam nas minas das fazendas e como empregados domésticos.

O primeiro festival aconteceu em 1719, na fundação da cidade de Cuiabá. Atualmente ocorre todos os anos no mês de junho. No festival são apresentadas danças folclóricas como o Siriri, o Cururu, e o Congo.

Gastronomia

A cozinha tradicional do Pantanal possui as características do Cerrado. Os pratos mais comuns são preenchidos pelos peixes encontrados na região, como, por exemplo, o filé ou moqueca de pintado e ventrecha de pacu. Além disso, são facilmente encontrados nos pratos da região o arroz, feijão, farofa (banana ou mandioca) e carne de porco.

Alguns dos pratos mais saborosos são: Maria Isabel, a combinação do arroz com carne e especiarias, guisado à moda cuiabana, um ensopado delicioso, o feijão-tropeiro, constituído por feijão com torresmo, linguiça, repolho e farinha de mandioca, a picanha e a feijoada.

Um cardápio rico de cultura, sabor e tradição.

Turismo

Qual a melhor época para viajar para o Pantanal?

No verão, o índice de chuvas é bem maior do que no inverno, por isso a alta temporada no Pantanal é de junho a setembro. Nesse período, as noites ficam mais agradáveis e estreladas.

Mesmo na época com menor intensidade de chuvas, o Pantanal apresenta temperaturas altas durante o ano inteiro, chegando em média a 24° graus, principalmente entre os meses de outubro e março.

Como viajar pelo Pantanal?

Por ter a maior parte da sua extensão alagada, o transporte mais utilizado no Pantanal é o barco. Os roteiros mais comuns são:

  • Pantanal sul (Mato Grosso do Sul): Aquidauana, Corumbá, Miranda e Porto Murtinho.
  • Pantanal norte (Mato Grosso): Cáceres, Poconé e Barão de Melgaço.

Para acessar a planície, o viajante costuma iniciar o passeio pela cidade de Poconé. Neste município já é possível observar vários animais da região, como: jacarés, capivaras, onça-pintada, entre outros. Em alguns períodos do ano, também são oferecidos passeios noturnos na cidade de Poconé.

O município de Bonito faz parte de alguns roteiros de passeio durante a estadia na região. A cidade fica a aproximadamente 160 km do Pantanal. Diversos tipos de turismo podem ser realizados, os principais são: ecoturismo, histórico-cultural, pesca esportiva.

Além de conhecer de perto o incrível cenário do Pantanal, o visitante pode ter a experiência de realizar passeios de cavalos, safári fotográfico, passeios de canoa e barros, trilhas, passeio de trem, pescaria de piranhas, entre outros.

Existem três tipos de hospedagem no Pantanal, são eles:

  1. Hospedagens de ecoturismo: em pousadas e hotéis fazenda
  2. Hotéis para pesca
  3. Barcos-hotéis: hospedagem com passeios de barco

Pôr do sol no Pantanal, Mato Grosso do Sul, Brasil

O Pantanal é, sem dúvidas, um dos lugares mais incríveis do planeta Terra. A planície ainda é cheia de mistérios e curiosidades ainda não exploradas, e isso é o mais encantador desde o lugar, saber que ainda há muito mais a ser descoberto.

É um grande privilégio conhecer esse território pessoalmente.

Acesse o site da Eu+, descubra novos lugares e garanta os melhores benefícios.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo