Destinos

Quais os melhores destinos para viajar e aproveitar as festas juninas no São João

Junho é uma ótima época para planejar uma viagem e curtir as festas juninas, que são sinônimo de muita alegria, reunindo comidas deliciosas, friozinho agradável, uma variedade enorme de doces típicos, fogueiras, muitas crianças fantasiadas de caipirinhas, músicas de quadrilha que nos remetem à infância, bandeirinhas coloridas e muito mais.

Como já sabemos, o São João é uma das festas mais tradicionais do Norte e Nordeste do nosso país e atrai pessoas de todos os estados.

Não é à toa que muitos pensam que a festa junina é uma comemoração tipicamente nordestina, pois é lá que ruas inteiras são decoradas com bandeirinhas e a região quase toda entra em clima de festa.

O que pouca gente sabe é que a tradição das festas juninas têm origem europeia e chegou no Brasil com os portugueses, que tinham como costume comemorar os dias de São João, São José e São Pedro.

Ao chegar em nosso país a festa se espalhou, incorporou influências indígenas e africanas e foi adquirindo novos costumes de acordo com a região do Brasil.

Agora, vamos nos aprofundar e conhecer com mais detalhes tudo que envolve essa linda festa cultural.

Na festa junina no Norte não pode faltar Bumba-meu-boi e fogueira a noite toda

A comemoração que em sua origem tinha apenas caráter religioso, na atualidade é vista como uma festividade popular, sendo comemorada não só por cristãos, mas também por ateus.

Além disso, a evolução da festança junina aqui no Brasil fez com que ela se associasse a símbolos simples tradicionais dos moradores das zonas rurais. Com fé nos santos ou não, o importante é manter as tradições juninas sempre vivas.

A festa junina na região Norte começa em junho, mas é comum que as pequenas celebrações em homenagem aos santos se prolonguem até dezembro, quando o calendário se encerra com o dia de São Benedito.

Vale lembrar que é comum que nesses eventos haja encenação de lendas locais, como a do boto-cor-de-rosa que seduz as mulheres à beira do rio.

Fogueiras no quintal das casas também são comuns e reúnem famílias e amigos ao redor para terem longas conversas até que o fogo se apague.
Nas festas, um dos grandes destaques fica por conta do bolo de macaxeira, além do mungunzá, tacacá e doces feitos a partir de frutas amazônicas.

Sempre com muito forró, mas sem esquecer o carimbó (dança de roda indígena) que também marca presença.

E, claro, não podemos esquecer que a estrela das noites de dança é o boi bumbá, que anima as festas com sua decoração colorida.

Quais são as características da quadrilha?

A quadrilha é uma das danças juninas mais populares do Brasil. Trata-se de uma dança coletiva feita em pares e que possui uma coreografia específica baseada em passos tradicionais.

Um animador, fala frases divertidas que determinam os movimentos da dança. Uma curiosidade sobre a quadrilha é que, apesar dela ser carregada de referências caipiras, sua origem vem de muito longe.

Na verdade a “quadrille” surgiu em Paris, no século XVIII, como uma dança de salão composta por quatro casais. Era dançada pela elite europeia e veio para o Brasil durante o período da Regência (por volta de 1830), onde era bem popular no ambiente aristocrático.

Quais os melhores destinos para aproveitar as festas juninas no São João

Como já mencionamos, o São João é a festa mais tradicional do Nordeste, algumas cidades comemoram as festas juninas durante uma semana, mas existem cidades que chegam a ter até 30 dias de festas.

Para quem pretende conhecer a festa folclórica das cidades mais procuradas no Nordeste para passar o São João, iremos mostrar agora os melhores destinos para curtir os festejos juninos.

queima de fogos de festa tradicional do Brasil no mês de junho, "Festa Junina

Cada uma dessas cidades tem o seu brilho e busca manter as tradições juninas com suas quadrilhas, comidas e bebidas típicas, brincadeiras, festas e muita alegria, é claro.

Mossoró, Rio Grande do Norte

Mossoró é um município no interior do estado do Rio Grande do Norte. Ele atrai mais de 1 milhão de turistas durante o período junino.

Há atrações de diversos tipos: apresentações musicais com artistas locais, shows com repentistas, apresentações de quadrilhas, feiras de comida e artesanato e até mesmo espetáculos teatrais.

São João na Paraíba

É impossível falar de festa junina sem mencionar que o São João de Campina Grande. Isso porque ele é palco de uma das melhores festas de São João do mundo.

A atração é carregada de shows de diversos artistas, apresentações de forró, xaxado, xote, sanfoneiros, danças típicas, quadrilhas juninas, repentistas e milhares de barracas com pratos da gastronomia regional.

E como já virou tradição, até um casamento coletivo faz parte da programação anual da enorme festa junina que toma conta da Praça Parque do Povo, no centro da cidade.

Campina Grande, Paraíba

Quadrilha se apresentando na festa de São João, durante a festa junina no Parque do Povo, Campina Grande, ParaíbaConhecido como o “Maior São João do Mundo”, Campina Grande recebe mais de 2 milhões de pessoas no Parque do Povo entre o mês de Junho e o princípio de Julho.

São muitas horas de animação entre suas barraquinhas com canjica, milho assado e outras delícias típicas.

As pessoas também costumam dançar muito na área dos shows e se divertem com as diversas quadrilhas e grupos folclóricos de todo o Nordeste.

Fica impossível resistir a tanta animação, não é mesmo? E se você não tem companhia para ir curtir o São João, não tem problema, pois separamos um artigo bem legal com vários motivos e vantagens de viajar sozinho.

Gostou do conteúdo? Agora que você conhece algumas das opções vai ver como é difícil curtir apenas uma cidade.

Sua viagem começa aqui! Acesse nosso site e saiba mais: www.eumais.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo