Destinos

Quando ir: qual a melhor época para viajar para Macapá

Com belezas naturais, riqueza histórica, culinária surpreendente e diversos pontos turísticos como museus, igrejas e teatros, o Amapá conta com um turismo bem movimentado.

Apesar de não ser tão popular como outras regiões no Brasil, Macapá é uma cidade cheia de particularidades.

Situada bem no finalzinho do mapa, quase na Guiana Francesa, o único jeito de chegar até Macapá é por viagem aérea ou marítima, afinal, a região não possui conexão por rodovia com nenhuma capital.

Com cerca de 500 mil habitantes em sua região metropolitana, a capital do Amapá se mostra bem receptiva aos que a visitam.

Privilegiada com uma localização estratégica, a sua costa é banhada pela foz do rio Amazonas, enquanto sua outra parte está repleta de recursos abundantemente naturais, bem como construções históricas.

Comece desde já a conhecer as curiosidades e atrativos desta região e descubra as beleza do Amapá. Com as dicas abaixo, temos certeza que esta viagem pode surpreender!

Descubra as belezas do Amapá nos seus pontos turísticos

Portão da fortaleza de São José (São José), no Macapá, BrasilEm primeiro lugar, precisamos te dizer que o Amapá é o estado com algumas das melhores cidades do Norte do Brasil e atrai muitos turistas durante todo o ano.

Afinal, a região tem muita história, além de uma geografia incrível. Vamos mostrar agora uma lista do que o Amapá oferece aos seus visitantes.

Marco Zero do Equador

Como já foi dito, a capital do Amapá é a única cortada pela linha do Equador, que divide a Terra em dois hemisférios: Norte e Sul.

Dessa forma, a cidade conta com o Monumento Marco Zero, um obelisco com um círculo no topo que é preenchido pelo sol durante o equinócio (fenômeno que ocorre em março e setembro, fazendo com que o dia e a noite tenham a mesma duração).

Então, não deixe de tirar a popular foto com um pé em cada um dos hemisférios, pois sabemos que todos os turistas que visitam o monumento amam esse tipo de fotografia.

Com certeza essa é uma das experiências fascinantes que, aqui no nosso país, só se pode ser vivida na capital do Amapá.

Trapiche Eliezer Levy

Não poderíamos deixar de fora dessa lista o famoso trapiche, que foi originalmente construído na década de 1940 para receber as embarcações que chegavam ao Macapá.

Hoje em dia, contam com um bondinho elétrico para transportar turistas ao longo dos seus 386 metros de extensão.

O lugar também conta com sorveteria, restaurante e uma pequena praça. Com certeza vale a pena conferir.

Fortaleza de São José

Uma coisa interessante sobre essa região amapaense é que, no passado, ela sofreu diversas invasões de ingleses, franceses e holandeses. Por isso, a posse e a demarcação dos limites do território duraram até o fim do século XIX.

Sendo assim, a Fortaleza de São José é um resquício dos conflitos e um símbolo histórico. Com 127 metros quadrados e 15 metros de altura, a muralha foi construída em 1782.

Hoje, a fortaleza é um patrimônio histórico nacional, ganhou um museu e conta com o serviço de visita monitorada por guias.

Pororoca

A conhecida Pororoca é o impressionante fenômeno do encontro das águas fluviais com as águas do Atlântico.

Para conhecer essa beleza natural do Amapá, é necessário viajar até a foz do Amazonas. A viagem de avião dura 50 minutos partindo da capital do estado. Com certeza um espetáculo que merece ser visto.

Curiaú

Curiaú é uma vila a aproximadamente 8 quilômetros da cidade. É um bairro quilombola, com uma paisagem natural muito bonita, onde é possível ver criações de búfalos, se refrescar num pequeno balneário e provar muitas comidas típicas.

Esses são apenas alguns dos lugares incríveis para se conhecer no Amapá, pois a lista é imensa e vale ser explorada.

Quando ir para Macapá

As condições climáticas, certamente, direcionam a escolha sobre quando ir a Macapá. Mas esse não deve ser o único fator de decisão, já que os eventos tradicionais também podem contribuir para essa escolha.

Para aproveitar Macapá com temperaturas mais amenas, a melhor época para visitar a cidade é entre os meses de setembro a dezembro.

Os meses mais quentes em Macapá são junho, julho e agosto. Já os meses mais chuvosos são janeiro, fevereiro, março, abril e maio.

Afinal, qual a gastronomia do Amapá?

Arroz com camarão, jambu e tucupi. Comida típica do norte do Brasil. Cozinha de origem indígenaUma coisa interessante sobre a gastronomia do Amapá é que ela tem muitas influências paraenses, com destaque para o açaí, o filhote, peixe típico da Amazônia, e os deliciosos sorvetes.

Uma das melhores maneiras de provar a comida local, além dos inúmeros e excelentes restaurantes que a região oferece, é nas barraquinhas locais.

Algumas opções ficam na Praça Samaúma ou na Casa do Artesão. Os pratos típicos da região são: arroz paraense (arroz com camarão e jambu); camarão picante; risoto (arroz com frango, banana e passas); maniçoba (tipo uma feijoada que em vez de feijão leva folha de mandioca cozida por dias); tucunaré na brasa e tacacá preparado com tucupi (que é o sumo retirado da raiz da mandioca brava), goma de mandioca e camarão, seu tempero leva pimenta de cheiro, alho, sal e jambu, um tipo de erva típica da região.

Também não podemos esquecer dos doces, sucos e sorvetes de frutas típicas que são produzidos com as frutas do Amapá.

Algumas frutas são muito exóticas e mal se tem conhecimento delas fora da região Norte, como: uxi, mari, taperebá e tucumã.

Como mencionamos, o Amapá conta com uma culinária exótica e riquíssima, uma vasta opção de atrações turísticas, além de igrejas, teatros, museus e muitos outros atrativos culturais na região metropolitana de Macapá.

Portanto, se você deseja conhecer um lugar rico em história, cultura e diversidade, venha para o Amapá e se surpreenda com a região Norte.

E aí, gostou de conhecer mais sobre a região norte do nosso país? Agora, que tal começar a planejar seu roteiro? Mas fica tranquilo que nós te ajudamos!

Acesse nosso site e saiba mais: www.eumais.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo